Pesquisar
Close this search box.

Alex Hanazaki recebe prêmio internacional de paisagismo

Arquiteto de formação e paisagista por vocação, Alex Hanazaki é antes de tudo um esteta. A infância e a juventude em Presidente Prudente lhe deram as raízes necessárias para construir projetos com o pé na terra, impregnados de referências emocionais,  mas é sua alma cosmopolita que os transforma em cenários surpreendentes. Alex extrai da natureza  formas, cores e texturas que pelas suas mãos se traduzem em paisagem moderna. Jardins particulares de puro luxo. Ambientes  minimalistas, no conceito, no cuidado, feitos de detalhes que flertam com o purismo e seus significados.

A frente de um escritório em São Paulo afinado com seu perfeccionismo, Hanazaki é considerado  um dos grandes nomes do paisagismo moderno no Brasil. Para ele, paisagismo  também é qualidade de vida. Mas, para além disso, o desafio a cada projeto é criar jardins como obras de arte.

Alex Hanazaki acabou de ganhar o prêmio mais importante de paisagismo da ASLA (American Society of Landscape Archtecture). O profissional é o primeiro e único brasileiro a receber essa premiação que reconhece um dos seus projetos como o mais bonito do mundo na categoria residencial. Jardins como o High Line, de Nova York, e o Hide Park, de Londres, também receberão o prêmio na categoria espaços públicos. O arquiteto é o único representante na área de paisagismo que vem se destacando internacionalmente e no Brasil depois de Burle Marx.

Os brasileiros não tem nenhum outro representante desse porte diferentemente da arquitetura.

Hanazaki também assinará um jardim permanente em Berlim, que inaugura em 2017, mas já está sendo planejado e começará a ser executado a partir de janeiro de 2015. A ideia desse projeto é revitalizar um bairro degradado da cidade. Para isso, 8 designers, de diferentes partes do mundo foram escolhidos para criar áreas verdes e de lazer para a comunidade.

 

Alex Hanazaki receives international award for landscaping

Architect and landscape designer by vocation training, Alex Hanazaki is above all an esthete. The childhood and youth in Presidente Prudente gave him the roots needed to build projects with the foot on earth, imbued with emotional references, but its cosmopolitan soul that turns them into amazing scenery. Alex draws from nature forms, colors and textures through their hands translate into modern landscape. Private gardens of pure luxury. Minimalist environments, the concept, care, made of details that flirt with purism and their meanings.

The front of an office in São Paulo in tune with his perfectionism, Hanazaki is considered one of the greats of modern landscape in Brazil. For him, landscaping is also quality of life. But beyond that, the challenge with each project is to create gardens as works of art.

Alex Hanazaki just won the most important award for landscaping the ASLA (American Society of Landscape Archtecture). The professional is the first and only Brazilian to receive this award that recognizes one of their projects as the most beautiful in the world in the residential category. Gardens like the High Line, New York, and Hide Park, London, will also receive the award in public spaces. The architect is the sole representative in the area of landscaping that has stood out internationally and in Brazil after Burle Marx.

Brazilians do not have any other representative of that size unlike architecture.

Hanazaki also sign a permanent garden in Berlin, which opens in 2017, but is already being planned and will start being implemented from January 2015. The idea of this project is to revitalize a rundown neighborhood in the city. For this, eight designers from different parts of the world have been chosen to create green and recreational areas for the community.

Alex_H_2014_2_0060

Escape Magazine
Escape Magazine