Pesquisar
Close this search box.

Vintage Is A Festival é finalizado com jornada musical única em SP

Vintage Is A Festival é finalizado com jornada musical única em SP

O caloroso palco do Vintage Is A Festival encerrou sua turnê itinerante em grande estilo, culminando na aguardada edição em São Paulo que aconteceu neste último sábado (09). Vintage Culture, renomado DJ e produtor brasileiro, deslumbrou os presentes com um repertório que ecoou por 12 horas de pura maestria musical, encerrando assim um festival impecável após passagens igualmente incríveis por Brasília, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Belo Horizonte.

O show de drones e pirotecnia foi um espetáculo à parte (Foto – Divulgação)

Tocar por esse período prolongado pode parecer desafiador para muitos, mas para Vintage Culture é como uma dança tranquila entre as batidas. Seu domínio notável em sets longos é uma marca registrada, especialmente destacada nesse que é tido como um dos projetos mais emblemáticos dos seus 10 anos de carreira: o Vintage Is A Festival. Os ingressos para essa experiência memorável estiveram à venda na plataforma Uhuu, onde os aficionados pela música puderam garantir seu lugar nessa jornada sonora.

Com três palcos distintos – o Mainstage, cativante com sua sonoridade contemporânea; o Classics, reverenciando os hinos que marcaram sua trajetória; e o Art Car, um oásis para o after mesmo dentro do festival – o artista se preparou minuciosamente com um arsenal de faixas que abraçam suas múltiplas facetas musicais. Ele passou metade do dia envolvido em três atmosferas distintas no mesmo local, proporcionando transições únicas e diversificadas graças à sua exímia curadoria.

O DJ tocou seus sets durante 12 horas (Foto – Divulgação)

Mas quantas músicas ele acabou tocando ao longo do festival? Estima-se que mais de 250 faixas ecoaram pelos alto-falantes! O repertório abrange desde suas obras iniciais, evocando nostalgia e emoção na multidão, até suas criações atuais, que conquistam o mundo e solidificam seu nome globalmente. Além disso, suas descobertas musicais, resultantes de uma meticulosa pesquisa e apoio a outros talentos; seus remixes, edições e mashups para faixas de outros artistas; suas “IDs”, aquelas faixas ainda não lançadas; e uma seleção de clássicos da indústria musical que constituem sua própria cultura vintage.

Os fãs que testemunharam a atmosfera efervescente do Vintage Is A Festival em edições anteriores, espalhadas por diferentes localidades do país, atestam que este evento se firma como um dos pontos altos do calendário anual de festivais, conquistando um público fiel e apaixonado.

 

Foto – Divulgação

De “Tudo bem? Tudo bom” a “This Feeling”, o evento ofereceu um universo musical diversificado e imersivo. Os presentes puderam se deleitar ao som de “Tina”, brindar com um “Drinkee” ou “Coffee” e se entregar ao ritmo de “Rock The Casbah”. Seja “Free” ou “Alive”, até mesmo em momentos de “Slow Down”, a energia foi contagiante e única, marcando um capítulo significativo na carreira de Lukas Ruiz.

Nadine Alves
Nadine Alves