Pesquisar
Close this search box.

Toro Sushi oferece tradicional sopa da prosperidade

Premiado restaurante, com unidades em Moema e Jardins, serve como cortesia a milenar receita japonesa com mochi para trazer boas energias em 2018

Para começar o ano com o pé direito, a aposta do restaurante Toro Sushi, em São Paulo, é a sopa da prosperidade. O restaurante japonês, vencedor do prêmio de Melhor Restaurante Oriental segundo o júri da revista Go’Where Gastronomia de 2017 e que está no seleto roteiro do Guia Michelin, principal publicação gastronômica do mundo, oferece ao longo da primeira semana do ano, do dia 02 a 09/janeiro/18, nas unidades em Moema e nos Jardins, a Miniozoni como cortesia, prato tradicionalmente consumido no Japão todo início de ano para atrair felicidade.

Servida como cortesia no Toro Sushi, nas unidades em Moema e Jardins, a Miniozoni é uma sopa tradicionalmente consumida no Japão para iniciar o ano com boas energias. Crédito da foto: Mario Rodrigues.

toro_sushi

De acordo com a tradição, tomar a sopa traz um novo ciclo de muita sorte. A receita, originária do tempo dos samurais, que preparavam as refeições nos campos de batalha, ganha no restaurante uma versão mini com shiitake, cebolinha, molho shoyu, ovo de codorna cozido, wakame (alga), mochi (bolinho de arroz glutinoso, um dos ingredientes mais importantes do prato e do ano novo japonês) e o dashi, caldo básico da culinária japonesa e um dos responsáveis por potencializar o gosto umami dos pratos. Conhecido como “o quinto sabor”, (além do doce, salgado, azedo e amargo), o umami – descoberto pelos japoneses em 1908 – pode estar presente na carne, nos tomates, vegetais, cogumelos e molhos, levando a uma explosão sensorial na boca, que persiste mesmo após a refeição. Na tradução direta do japonês, “umami” significa “sabor delicioso”.

Os clientes que forem conferir a sopa, também poderão experimentar os pratos preparados pelas hábeis mãos dos chefs Jyun Kaduoka (ex-Kinoshita, Osaka, La Brasserie Erick Jacquin e Culinart, em Hong Kong), no comando do dia a dia da unidade Jardins, e Bié (ex-Yabany e Sushi Deck), no comando da unidade Moema. Dentre os destaques do menu, o Hotate Truffle Cream (três vieiras temperadas com creme de manteiga trufada, black massago e flor de sal, R$ 39) e o Maguro Spicy Misso (seis fatias de atum selado, chantili de shoyu, crocante de raiz de lótus ao molho sumisso picante, R$ 39). Para finalizar com doçura, a dica é o inusitado Petit Arigatou (ganache de chocolate ao leite, lâminas de chocolate branco e crocante de biscoito sembei, R$ 22).

No ambiente da unidade Jardins, um ar de bistrô com influências japonesas. O projeto mescla referências orientais e contemporâneas, sofisticação e despojamento. Crédito da foto: Anderson Silva.

As casas, projetadas pelo premiado arquiteto Naoki Otake, têm ambiente simples e sofisticado, com pé-direito alto, marcenaria especial e iluminação focada, criando um clima intimista. “A ideia é trazer a sopa nos primeiros dias da passagem de ano, mantendo o simbolismo da tradicional receita”, explica Fernando Alvarez, sócio da rede. Mistérios e rituais à parte, se comer a sopa dá sorte ou não, o sabor por si só é perfeito para começar o ano bem.

Escape Magazine
Escape Magazine