Pesquisar
Close this search box.

Emirates realiza primeiros voos com SAF a partir de Dubai

emirates

Os primeiros voos da Emirates operados com combustível sustentável de aviação (SAF) fornecido pela Shell Aviation decolaram do aeroporto internacional de Dubai (DXB). O voo EK 412 da Emirates com destino a Sydney no dia 24 de outubro foi um dos primeiros a operar com SAF.

A Shell forneceu 315 mil galões de SAF misturado para uso no hub da companhia aérea em Dubai. Com este primeiro fornecimento de SAF, a Emirates realizou uma série de missões ao longo das últimas semanas.

O SAF misturado fornecido pela Shell ao sistema de abastecimento do aeroporto DXB era composto por uma proporção de 40% de SAF puro e 60% de combustível convencional Jet A-1. As características químicas nesta proporção são idênticas às do combustível de aviação convencional; por isso, o SAF misturado pode ser perfeitamente integrado à infraestrutura de combustível atual do aeroporto e utilizado nos motores de toda a frota da Emirates, sem necessidade de modificações.

Na sua forma pura, o SAF reduz as emissões de gases de efeito estufa em até 80%* ao longo do seu ciclo de vida, quando comparado ao combustível de aviação convencional. A Emirates também tem monitorado a entrega, o uso e os benefícios ambientais do SAF por meio da plataforma Avelia, a solução sobre SAF alimentada por blockchain da Shell Aviation.**

Sir Tim Clark, presidente da Emirates Airline, disse: “Estamos avançando com medidas proativas para permitir voos mais sustentáveis agora e no futuro. O fornecimento de combustível para voos a partir do nosso hub em Dubai é apenas uma das medidas que adotamos para reduzir as emissões e ajudar de forma concreta os nossos clientes a minimizar sua própria pegada de carbono. Ainda temos um longo caminho pela frente e esperamos que nossa parceria com a Shell Aviation inspire mais produtores a resolver as lacunas do fornecimento e tornar o SAF prontamente disponível nos principais hubs como Dubai, além de outros centros da nossa rede.”

Jan Toschka, presidente da Shell Aviation, disse: “A Emirates e a Shell possuem um longo histórico de colaboração; por isso, estamos animados para continuar esta jornada juntos e permitir o uso de SAF nos Emirados Árabes Unidos. Este primeiro fornecimento de SAF para a Emirates em Dubai é um exemplo do que pode ser alcançado com a união de diferentes elos da cadeia de valor da aviação. Nossa esperança é que este marco inspire novos avanços na adoção de SAF em todo o setor da aviação nos Emirados Árabes Unidos e em toda a região.”

No início deste ano, a Emirates e a Shell assinaram um pré-acordo para explorar áreas de colaboração e promover viagens sustentáveis e experiências de viagem baseadas na tecnologia. Juntas, a Emirates e a Shell vão analisar mecanismos para reduzir as emissões de viagens e atender aos requisitos de viagens de negócios da Shell. Além disso, a companhia aérea está usando a plataforma Avelia para permitir o acompanhamento transparente dos benefícios ambientais do SAF para os seus clientes. Também vão explorar formas de melhorar a experiência de viagem oferecendo produtos personalizados relevantes para os atuais viajantes corporativos usando novas tecnologias, incluindo o padrão New Distribution Capabilities (NDC). O desenvolvimento destas novas opções pela Emirates fornece à Shell a oportunidade de ser uma das primeiras a adotar esta tecnologia.

Os esforços da Emirates sempre foram baseados em ações tangíveis e significativas em três áreas de foco que formam o seu pilar ambiental: redução de emissões, consumo responsável e preservação da vida selvagem e dos habitats. Neste ano, a companhia aérea anunciou a criação de um fundo de 200 milhões de dólares para projetos de pesquisa e desenvolvimento (P&D) centrados na redução do impacto dos combustíveis fósseis na aviação comercial, representando um dos maiores compromissos de sustentabilidade individuais entre as companhias aéreas. Nos próximos três anos, a Emirates identificará parcerias com organizações líderes que trabalham em soluções que utilizam tecnologias avançadas de combustível e energia.

A Emirates operou o primeiro voo de demonstração com SAF 100% da região em janeiro. A companhia aérea tem defendido ativamente o fortalecimento das pesquisas para aumentar a compreensão do setor sobre o uso de SAF em proporções maiores, seu desempenho, segurança e confiabilidade, apoiando a padronização e a futura certificação do SAF 100%, que atualmente ainda não está aprovado para uso comercial regular.

A companhia aérea começou a usar o SAF em 2017 em um voo que partiu de Chicago e, desde então, voos de Estocolmo, Paris, Lyon e Oslo também utilizaram SAF misturado.

A Emirates participa numa série de grupos de trabalho da indústria e do governo dos Emirados Árabes Unidos, além de manter compromissos contínuos com os grupos de interesse para ajudar a aumentar a produção e o fornecimento de combustível sustentável de aviação.

*Quando usado puro (ou seja, sem mistura) e calculado com metodologias estabelecidas de avaliação do ciclo de vida (ACV), como a metodologia CORSIA

**O escopo 3 inclui todas as emissões indiretas que ocorrem na cadeia de valor de uma empresa relatora.

Escape Magazine
Escape Magazine